Dia 5 de maio, das 18h às 20h, João Fiadeiro estará acompanhado por Paula Caspão e Timmy De Laet no Auditório Isabel Alves Costa, com o projecto Arquivo Dançante

Dia 5 de maio, das 18h às 20h, estarei muito bem acompanhada por Paula Caspão, Timmy De Laet e João Fiadeiro no Auditório Isabel Alves Costa, com quem poderemos aprofundar interessantes questões sobre a multidimensionalidade do tempo.

nec_AD_cartaz-web2

 

Arquivo Dançante é um projecto coordenado por Cristiana Rocha, que se constitui como um arquivo digital online de artes performativas, a iniciar em 2016 a partir do acervo documental do Núcleo de Experimentação Coreográfica – NEC, no qual se reúne uma grande variedade de abordagens da criação coreográfica nacional e que foi desenvolvido ao longo dos anos em parceria com os artistas e as estruturas de produção com que trabalham.

Este projecto inscreve-se nas correntes actuais que problematizam o arquivo e a sua relação com a performance e procura, através de momentos de encontro e experiências que convocam uma diversidade de temporalidades, constituir-se também como facilitador do cruzamento entre pesquisas académicas e artísticas, entre espaços de criação e preservação, entre práticas coreográficas e arquivísticas.

Quando acessível online, fará uso das novas tecnologias da informação para democratizar e diversificar as vias de acesso ao conhecimento, desafiar o sentido de propriedade, desencadear e manifestar o múltiplo, entendendo o arquivo como espaço social performativo, agente catalisador de novas práticas de activação do legado comum e sensível ao contexto que o anima.

 Neste primeiro momento público do projecto, que antecede ainda a sua concretização no meio digital, convidamos três especialistas – a investigadora, dramaturga, escritora e artista interdisciplinar Paula Caspão, o investigador de pós doutoramento na Universidade de Antuérpia e no Reserach Centre for Visual Poetics Timmy De Laet, assim como o coreógrafo, performer, investigador e fundador da companhia Re.Al João Fiadeiro a relacionarem-se com o tema Transplantes Temporais a partir da sua prática específica, o que resulta em três modos singulares de pensar e se situar na multidimensionalidade do tempo.

Informações: www.nec.co.pt